Início » Submeta suas emoções a Deus

Submeta suas emoções a Deus

Às vezes agimos como se as emoções fossem más.
 
“Ela é muito emocional”
 
“Ele deixa os outros verem suas emoções”
 
E isso não é elogio.
 
Mas as emoções não são más. Elas são parte da maneira que Deus nos criou, e foram lindamente confeccionadas como parte de nossa biologia. Emoções cumprem propósitos específicos. Como Nicole Whitacre disse:
 

“Deus nos deu emoções pra nos motivar. Emoções nos levam a agir. Nos sentimos alegres e então sorrimos, sentimos indignação justa e defendemos a justiça, sentimos compaixão e ajudamos.”

No entanto, nossas emoções foram manchadas por nossa natureza pecaminosa, e podem nos confundir e desnortear. Podemos nos sentir alegres ou irritados ou tristes pelas razões erradas, e podemos, por causa destes sentimentos, agir da maneira errada.
 
Nossas emoções podem nos manipular e nos enganar.
 
Por isso, Jon Bloom se refere as emoções como “um instrumento de medida, mas não um guia”. Ele diz que:
 

“Elas devem te informar, mas não mandar em você. O seu padrão emocional (não um induzido por cafeína ou depravação de sono!) te dará uma leitura de onde você deposita sua esperança, porque elas estão conectadas com o que você acredita e com o que você valoriza. E te informa quanto você faz isso.”

Nossa responsabilidade é de submeter nossas emoções a Deus. Precisamos sempre checar nossos sentimentos para ver se eles refletem nossa confiança nEle. Estamos usando nossos sentimentos como instrumentos ou como guias?
 
Não tema suas emoções, mas também não siga elas cegamente.
 
Se seguirmos nossas emoções, elas nos confundirão, mas a nossa esperança nunca fará isso. Submeta hoje todas as suas emoções a Deus, e deixe que elas sirvam como um estímulo para que você ame ao seu próximo abundantemente.
 
 

Por Jaquelle Ferris. Traduzido por Rilson Guedes. Jaquelle Ferris é autora de Isso muda tudo e apresenta o podcast Age of Minority. Encontre-a no Twitter!


Marcações: