Início » A videira verdadeira

A videira verdadeira

Filho, o pesado inverno chegou em sua vida e parece que nunca vai passar. Ventos fortes têm tentado roubar a sua força, carregando sussurros e palavras que tentam te abater, e a densa neblina do desânimo parece te cobrir da cabeça até a ponta dos pés. Mas o controle das estações não pertence ao querer dos homens nem ao seu empenho. Este inverno que invade a tua alma vai passar, e o sol voltará a brilhar sobre a sua cabeça, dissipando toda a neblina e gerando frutos, folhas e flores.

Por isto, ramos que me escutam e estão quebrados pelo vento, vinde a mim. Ramos cobertos pela neblina, vinde a mim. E ramos que deixaram de dar frutos, vinde a mim. Vocês só florescerão em minha presença. 

Eu sou a Videira Verdadeira, e vós sois os meus ramos. Sou Eu quem te sustenta e te dá ânimo. Eu sou a raiz de Davi que dá vida, força e capacidade de voltar a frutificar, meu amor é tua seiva e alimento. E enquanto permanecerem comigo, tudo vai ficar bem. 

E se estiverdes precisando, o Pai, o agricultor, te podará cuidadosamente. Com todo o carinho Ele cortará tudo o que te impede de frutificar. E assim, poderás voltar a crescer, desfrutarás de um novo aroma, e então, todo o frio do inverno ficará para trás. E tudo que verás pela frente serão cestas e cestas de frutos em abundância.


“Eu sou a videira; vocês são os ramos. se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” (João 15:5)