Início » C. S. Lewis alcança a marca de um milhão de livros vendidos no Brasil

C. S. Lewis alcança a marca de um milhão de livros vendidos no Brasil

Lewis

Conhecido por livros como ‘As Crônicas de Nárnia‘ e ‘Cristianismo puro e simples‘, o autor britânico C. S. Lewis tem alcançado números impressionantes de vendas no Brasil, décadas depois de seu falecimento. Há pouco mais de três anos, a editora Thomas Nelson Brasil iniciou a publicação e republicação de diversas obras do autor, que hoje já possui 21 títulos pela editora, e no início de 2021, as vendas alcançaram a marca impressionante de 1 milhão de livros vendidos no país.

Os livros mais vendidos da série são “Cristianismo puro e simples” com mais de 250.000 exemplares, “Cartas de um diabo a seu aprendiz”, com 200.000 cópias comercializadas e “Os quatro amores”, que já vendeu quase 110.000 exemplares. Só no ano de 2020, a editora vendeu mais de 400.000 livros do autor. Em abril deste ano, foram lançadas mais duas obras do autor: “Cartas de C.S. Lewis” e “Milagres”. Este último considerado um dos livros mais clássicos e conhecidos de Lewis por sua argumentação a favor da existência dos milagres em contraponto ao argumento do filósofo cético David Hume.

Durante sua vida, ele escreveu mais de 60 livros em diversos gêneros, incluindo poesia, romance alegórico, teologia popular, filosofia educacional, ficção científica, contos de fada, reconto de mitos, criticismo literário, cartas e autobiografia.

Fora do Brasil, a história é ainda mais impressionante. Só os livros da saga As Crônicas de Nárnia já venderam mais de 120 milhões de cópias. Os direitos da saga se encontram atualmente nas mãos da Netflix, que planeja a adaptação em filmes e séries. E Nárnia entrou na lista da Time entre melhores fantasias de todos os tempos. Além disso, um filme sobre a vida de C. S. Lewis está para estrear ainda este ano.

Durante sua vida, ele escreveu mais de 60 livros em diversos gêneros, incluindo poesia, romance alegórico, teologia popular, filosofia educacional, ficção científica, contos de fada, reconto de mitos, criticismo literário, cartas e autobiografia. 


Com informações da Veja.


Marcações: